sorrisos antigos

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

porque o meu sorriso tem um nome .... Laura Daisypath Happy Birthday tickers online
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

Memória(s)

Referi-me a este assunto en passant no final deste longo post e hoje vou aprofundar um pouco mais.

 

É um dos medos/receios que mais mexem comigo nesta aventura deliciosa que está a ser a maternidade - o esquecimento de emoções, sensações, etapas, acontecimentos... Queria registar tudo, sem esquecer pitada, sem deixar nada para trás... Queria processar na memória cada vitória, cada conquista, cada sorriso, cada descoberta, tudo... 

 

A Laura ainda só tem 3 anos e, às vezes, já sinto necessidade de ler alguns post´s para me certificar disto ou daquilo. Quantos pormenores vão ficando pelo caminho... Não devia ser assim! Depois, as emoções... Não quero esquecer a sensação do quentinho do seu corpo quando, bebé ainda, se aninhava e se alimentava do meu peito. Não quero esquecer a primeira gargalhada, a primeira vez que a ouvi dizer "mamã", a primeira vez que estendeu os bracinhos para mim em busca do meu colo... Não quero, mas sei que vai acontecer... Cada etapa se sobrepõe à anterior, cada vitória obtida se torna, inevitavelmente, a mais importante e significativa...

 

Memória de mãe devia abarcar tudo, sem excepção. Nós somos apenas seres humanos, bem sei, falíveis, limitados nas suas capacidades, condicionados por uma série de contextos, mas, caramba, somos mães, deveríamos ser abençoadas com mais memória emocional e factual, principalmente no que às nossas crianças diz respeito...

 

Nesse sentido, este blog é uma mais valia, um prolongamento da minha memória, um instrumento precioso na recuperação de factos e emoções que o tempo, infelizmente, acabará por atenuar. Daí a minha preocupação com aquilo que escrevo, com a selecção do que vale a pena registar para memória futura, com a descrição que tento fazer das emoções e sentimentos... Eu sei que, um dia, será a leitura destes textos que me fará reviver tudo de novo...

:o))

 

publicado por mil sorrisos às 09:18
link do post | sorri-me | favorito
8 comentários:
De energia-a-mais a 13 de Julho de 2010 às 10:43
Tens razão linda! a memória de mãe é feita inevitavelmente de cada passo, cada qual o mais importante...e viver tudo isso à distância de um clique é razão suficiente para se ter um blogue destes!
beijinhos doces

p.s: linda imagem nova tem o teu cantinho!
De mil sorrisos a 13 de Julho de 2010 às 22:31
Impossível recordar tudo sem uma auxiliar de memória, pelo menos no meu caso...
beijos e mil sorrisos
:o)))
De Os papás a 13 de Julho de 2010 às 15:46
foi por essa mesma razao que resolvi criar um blog. porque quero saber dizer quando foi como foi porquê... e concordo contigo... era mt mais facil se pudessemos guardar tudo num arquivo interno so permitido às maes.
De mil sorrisos a 13 de Julho de 2010 às 22:32
Sim, eu acho que era um presente mais que merecido esse acréscimo de memória...!
beijos e mil sorrisos
:o)))
De uma das estimanas a 13 de Julho de 2010 às 22:48
Oh minha Querida... o teu processador não vai falhar nunca! Coração de mãe é um armazém de capacidade ilimitada!
Bjs grandes
estimana Nádia
De mil sorrisos a 13 de Julho de 2010 às 23:19
Querida Nádia, a tua memória é prodigiosa, disso já sabemos, já a minha... Não confio nela, nem no que à Laura respeita! Nada como uma auxiliar de memória para a coisa não falhar!
beijos e mil sorrisos
:o)))
De flordemiosotis a 13 de Julho de 2010 às 23:41
E foi esta a razão que me fez alinhar neste mundo dos blogs. Agora surge outro problema: nem sempre temos tempo/ disponibilidade/ "inspiração" para escrever no momento aquilo que queremos mesmo registar e depois as palavras não traduzem o que sentimos... Eu ainda alimento a esperança secreta de que nunca vou esquecer certos pormenores. Vê-se mesmo que sou mãe há pouco tempo!!!
Beijos
De mil sorrisos a 13 de Julho de 2010 às 23:44
Sabes, a minha memória é, em termos gerais, muito fraquinha e não confio nela, daí esta necessidade de registar o que acho que merece a pena registar para mais tarde recordar. Há coisa que, obviamente, não esquecerei, mas os factos/datas/etapas são tantos que tenho medo de falhar...
beijos e mil sorrisos
:o)))

sorri-me

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquise sorrisos antigos

 

últ. sorrisos

Momentos mesmo giros!!!
Olá. O meu sobrinho tem, neste momento, seis anos....
Olá.. Achei interessante a publicação.. Tenho minh...
Verdade. Ela gosta e sente-se bem na companhia dos...
Parece que a casa fica vazia... mas é tão bom ver ...
Estão como têm de estar... quer dizer que são cria...
... e que vaidade! Tira-me do sério!beijos e mil s...
Welcome back Estão reguilas e desafiadores, não é?...
ahah as crianças são uns amores.Está na idade da v...
Back!?!!! Ainda bem. Estava a ficar preocupada.. :...

Posts mais comentados

27 comentários
26 comentários
24 comentários
23 comentários
21 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
RSS