sorrisos antigos

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

porque o meu sorriso tem um nome .... Laura Daisypath Happy Birthday tickers online
Domingo, 30 de Setembro de 2012

O que é o espírito?

Pergunta complicada esta, não? Adivinhem quem a fez... Pois! A propósito do comportamento dela que tem deixado muito a desejar ultimamente - fica prometido um post a propósito para breve -, hoje o pai saiu-se com aquela de que "Jesus está a ver-te e a analisar o teu comportamento e só terás prendas no Natal se te portares bem... blá... blá... blá..." O que ele foi dizer! "Jesus vê-nos?", " Onde está ele?", " Nunca o vi!" Aí entrei eu tentando explicar que Jesus não se vê, mas que, se acreditarmos que ele existe, está sempre presente, em espírito. O que fui eu dizer! "O que é o espírito, é o mesmo que fantasma?" Bem, só me lembrei de dar o exemplo de coisas que não podemos ver, mas que sentimos e sabemos que existem porque há reações no nosso corpo que o indicam e provam como o vento. O vento não tem uma presença física, não se vê, mas nós sentimos o seu efeito na natureza, sentimo-lo em nós, ouvimos o barulho que faz, vemos os estragos que pode provocar, mas não podemos vê-lo. Blá... blá... blá... Acabámos a explicar que era tudo uma questão de acreditar. Se acreditamos em Jesus acreditamos que vive ao nosso lado, comunga dos nossos dias e está presente nas nossas vidas como está o vento - sem o vermos, sabemos que está lá. Ficou a pensar em tudo e parece ter compreendido, mas eu fiquei a pensar nisto - como será a primeira abordagem da temática em termos de catequese? Alguém pode dar aqui um testemunho nesse sentido? Como se explica isto a crianças de 6 anos? Já agora, esclareçam-me... Grata!

:o)

publicado por mil sorrisos às 21:07
link do post | sorri-me | favorito
12 comentários:
De energia-a-mais a 30 de Setembro de 2012 às 23:44
Tu sabes como o Quico anda nessa tematica certo? e a última dele - «mamã, se um ladrão disparar uma bala para o céu, pode matar jesus?» eu estava prestes a dizer um não, e a pensar ai meu deus ajuda-me a explicar o que ele vai perguntar a seguir, ele adiantou-se e disse «bem, não deve matar, porque Jesus não morre é um fantasma» eu digo «é um espírito Quico» e ele entende à primeira, como tu também lhe disse que Jesus só se sente se acreditamos. Acreditar significa que mesmo sem o ver, sentimos a sua presença, sabemos que Ele está sempre ao nosso lado e que nos protege. Catequese não sei porque o Rafa sempre se recusou a ir e o Quico só inicia no próximo ano (aqui os meninos vão para a catequese quando estão no 2º ano da escolinha, aos 7 anos)
Beijos e boa sorte com essa «língua de perguntador»
De mil sorrisos a 2 de Outubro de 2012 às 21:24
Pois, haja inspiração para responder a estas dúvidas!
beijos e mil sorrisos
:o)
De Raquel R. a 1 de Outubro de 2012 às 17:10
Acho q te saiste bem na explicação!
Agora a parte mais religiosa não sei como te ajudar!
bjs
De mil sorrisos a 2 de Outubro de 2012 às 21:25
Vamos aguardar pela catequese, nem sei bem com que idade é que eles se iniciam nessas andanças... Para já, vou explicando como posso e sei.
beijos e mil sorrisos
:o)
De Joana a 1 de Outubro de 2012 às 23:24
Raramente comento o seu blog mais por medo de me intrometer, mas sigo-a há muito tempo, cerca de 3 anos penso eu : )
Mas pronto indo directa ao assunto: no ano lectivo passado dei catequese ao primeiro ano e como bem pode imaginar perguntas dessas não faltaram.
Primeiro, e mais importante, é conveniente desde cedo fazer a distinção entre Deus e Jesus, porque torna-se confuso para as crianças ( :
De seguida, e como muito bem fez, é fazer o paralelismo com uma coisa que seja familiar á criança, como o vento.
Quando as crianças já são mais crescidas, e têm consciência da sua consciência (peço desculpa se a ideia está confusa), podemos então explicar, que nós não somos só este corpo, não somos apenas constituídos por sistemas biológicos, mas que temos também uma alma, um espírito. E é nessa forma que Jesus está perto de nós, não em corpo porque morreu, mas em alma, em espírito (:

Peço desculpa por este comentário tão grande e por ter tocado num assunto tão delicado que depende muito das convicções de cada um, mas pareceu-me sensato dar o meu contributo.

Muitas felicidades para si e para a sua família.
Beijinhos,

Joana V.
De mil sorrisos a 2 de Outubro de 2012 às 21:26
Obrigada pelo comentário, gostei muito dos conselhos e dicas de quem sabe bem mais sobre a matéria do que eu. Pretendo inscrever a Laura na catequese, quando chegar a altura. Até lá, vou esclarecendo como posso e sei... Volta sempre e comenta quando achares que o deves fazer, por favor. Obrigada, Joana.
beijos e mil sorrisos
:o)
De Joana a 2 de Outubro de 2012 às 22:52
Peço desculpa por me intrometer outra vez mas li numa resposta a um comentário anterior que não sabia com que idade é que as crianças iniciam a catequese e por isso decidi responder. O ideal é começar por volta dos 5/6 anos, ou seja, no mesmo ano lectivo que iniciarem o ensino básico :)
Qualquer dúvida que tenha, estou disponível :)
Beijinho,
Joana V.
De mil sorrisos a 5 de Outubro de 2012 às 20:29
Então, é para o próximo ano letivo. Grata pelo esclarecimento.
beijos e mil sorrisos
:o)
De C. a 2 de Outubro de 2012 às 22:33
Pois...as crianças fazem perguntas difíceis mesmo! O meu J. no ano passado perguntou-me porque festejamos o nascimento de jesus se já morreu. Dos avós falecidos não festejamos. Fiquei simplesmente sem palavras!
Quanto à catequese, deve depender da catequista. Infelizmente a minha E. começou aos 6 anos e desistiu passado 2 meses porque não gostava. Dizia que repetitivo, e que quando faziam perguntas a resposta era " porque temos de amar Deus que ele é o nosso Pai". Ela nunca percebeu porque raio Deus é pai dela se ela já tem um em casa.
Enfim...não te ajudei a esclarecer nada. Só tagarelei mesmo! Desculpa qualquer coisinha.
Abraço
De mil sorrisos a 14 de Outubro de 2012 às 21:22
As linhas orientadoras e a metodologia da cataquese são fundamentais para que eles "reajam" bem aos novos ensinamentos... Espero que a Laura goste!
beijos e mil sorrisos
:o)
De Nadia a 4 de Outubro de 2012 às 22:38
Pois... Tenho cá em casa para a troca! Irreverente, curioso e sempre com muitas dúvidas...
A catequese tem lhe feito bem ;) Os catequistas são muito jovens, as actividades têm muita dinâmica e recorrem muito à música (algo que ele gosta muito!)
Bjssss muitossss
De mil sorrisos a 5 de Outubro de 2012 às 20:30
Pois, parece-me que atualmente a catequese acaba por ir de encontro às perguntas deles e usam uma metodologia que lhes agrada também.
beijos e mil sorrisos
:o)

sorri-me

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquise sorrisos antigos

 

últ. sorrisos

Momentos mesmo giros!!!
Olá. O meu sobrinho tem, neste momento, seis anos....
Olá.. Achei interessante a publicação.. Tenho minh...
Verdade. Ela gosta e sente-se bem na companhia dos...
Parece que a casa fica vazia... mas é tão bom ver ...
Estão como têm de estar... quer dizer que são cria...
... e que vaidade! Tira-me do sério!beijos e mil s...
Welcome back Estão reguilas e desafiadores, não é?...
ahah as crianças são uns amores.Está na idade da v...
Back!?!!! Ainda bem. Estava a ficar preocupada.. :...

Posts mais comentados

27 comentários
26 comentários
24 comentários
23 comentários
21 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
RSS