sorrisos antigos

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

porque o meu sorriso tem um nome .... Laura Daisypath Happy Birthday tickers online
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

o "quase" que nunca mais chega...

Pois é...  Os meus pais fazem amanhã, dia 27 de Junho, 37 anos de casados. Caramba! Uma vida! Eu bem tenho uma prenda embrulhadinha e pronta a entregar, mas parece que não vai chegar a tempo... A Laura não se decide! É uma desmancha-prazeres, a minha pequenina.

Hoje fui a mais uma consulta. Fiz o terceiro CTG e parece que vai mesmo até às quarenta semanas. Volto ao hospital na quinta-feira, para ver se a Laura já está com mais vontade de se mostrar ao mundo. Eu até a comprendo.. Cá dentro deve-se estar tão bem! Vai acabar o sossego, né Laura?

Prepara-te para uma trope de adultos completamente apalermados e ridículos, desesperados por interagir contigo dê lá por onde der. Da...da...gu...gu... e outros que tais, puxa bochecha para aqui, faz festinha para ali, colos desajeitados... haja paciência! É mesmo assim. Os bebés têm o condão de retirar a compustura à pessoa mais sóbria e séria. É meretório, não restam dúvidas. Impossível ficar indiferente perante um ser tão frágil e doce como vai ser a minha Laura, como são todos os bebés...

E o "quase" nunca mais chega... rsrsrsrrsrsrsrsrsrs... Estou meia a desesperar, confesso. O tempo...raistapartisse... Agora, todas as noites acordo e faço uma incursão até ao sofá da sala, onde passo hora e meia a ver televisão. Nem o raio da Martha Stewart, ou lá como se chama a fada do lar, me dá sono! E o Dr. Phil, conhecem-no? Pois, é muito meu amigo agora, ele e as teorias intermináveis que tem sobre tudo. Bahhhhhhhhhhhhhh... Um dia destes consegui ver um filme inteirinho!! Praticamente tenho visto os dias clarearem  e o primeiro som dos passarinhos, no silêncio da madrugada, não deixa de ser algo agradável que me serena o espírito. Recorda-me sempre o millagre que está prestes a acontecer... a dádiva da vida. E acaba por ser com mil sorrisos e uma palavra a bailar-me nos lábios que regresso à cama... Laura...

 

:o))))

 

 

 

sinto-me:
publicado por mil sorrisos às 18:06
link do post | sorri-me | ver sorrisos (4) | favorito
Quarta-feira, 20 de Junho de 2007

carta a Laura

Querida princesa

 

Eu sei que estamos quase, quase a cruzar olhares ...finalmente..., mas apeteceu-me escrever-te algumas palavras.

Falo imenso contigo em pensamento e a viva voz. Toda eu sou expectativa e ansiedade. Sabes que, nestes diálogos, os teus movimentos me acalmam? É como se dissesses "Mãe, sossega, eu sei quem és, como és e sei que farás o melhor que souberes..." Pois, querida, a questão é saber se o meu melhor é suficiente... Eu sei que não adianta marterizar-me, que tudo será como tem de ser, mas que fazer nas horas de insónia senão matutar nestas coisas?! Coisas de mãe...eu sei...

O teu quarto está pronto. Doce e suave, é como o descreveria. Inspirei-me no que me inspiras. Aquele quarto és tu, a forma como te sinto. E como te sinto... Cada vez mais está presente a tua vontade de abraçares o mundo. A forma como te esticas daqui e espetas dali não deixa margem para dúvidas. Já estás com falta de espaço.

Toda a gente está em pulgas, Laura. Amanhã fazes 39 semanas. Bem podias fazer-nos uma surpresa a todos e brindar-nos com o teu nascimento. Deixa lá o mito da lua cheia...ainda falta muito para dia 30!

Sabes, nem imagino o que vou sentir quando te colocarem, pela primeira vez, nos meus braços. Não concebo tamanha emoção. Sei que vou chorar e gravar-te no meu olhar para sempre. Aquele momento vai ser só nosso, meu amor. Vais ouvir a minha voz sussurrar-te  palavras doces por entre as lágrimas e vais saber quem eu sou. Tenho a certeza.

Cada palavra que escrevo é acompanhada por um movimento teu. Sinto que estas palavras nos pertencem às duas. Sim, porque eu deixei de ser apenas eu há 9 meses; há muito que sou nós. É assim que me sinto. É assim que nos sinto.

Está a chegar o dia. Por agora fica esta sensação dupla de querer que o tempo galope, mas já antecipando as saudades destes meses de total partilha e intimidade. Vais deixar de ser só minha, mas partilho-te de bom grado com todos. Sei que amor não te faltará e que, independentemente de tudo e de todos, saberás sempre quem tem mil sorrisos com o teu nome... Laura...

:o))))

 

sinto-me:
publicado por mil sorrisos às 17:29
link do post | sorri-me | ver sorrisos (4) | favorito
Domingo, 17 de Junho de 2007

Vivam!

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça a si mesmo.

Morre lentamente quem destroi o seu amor-próprio, quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajectos, quem não usa uma nova cor ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.

Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos nos "is" em detrimento de um redomoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorriso dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite ,pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante. Morre lentamente quem abandona um projecto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.

Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples facto de respirar.

                                                                               Pablo Neruda- "Quem Morre"

Mais do que pela beleza das ideias expressas, este texto vale pelo alerta e pela necessidade imediata que sentimos de ver "como" nos encaixamos nos ítens enunciados. Cumpro? Não cumpro? Será que conseguiria fazer aquilo? Sou acomodado/a?
É difícil, dirão, não passam de palavras. Certíssimo. Palavras e frases. Mas dá que pensar...leva-nos à reflexão e a questionar o "nosso" estado de coisas.
Há esperança...sempre. A renovação é sempre possível...há sempre volta a dar. Vale tudo menos desistir de nós ...isso seria desperdiçar o maior dos milagres, a maior das dávidas: a vida . ;o)

publicado por mil sorrisos às 00:10
link do post | sorri-me | ver sorrisos (2) | favorito
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

Chuva...

Acordei com o som da chuva lá fora. Foi com alguma preguiça que deixei o conforto dos lençóis para empreender o caminho costumeiro até à casa de banho. De regresso à cama peguei num bloco e numa caneta, não fosse dar-se o caso de... . Deu-se o caso. Depois de 15 minutos de espertina, decidi-me; acendi a luz, ajeitei-me na cama, preparei o material de escrita e...

 

O som doce e reconfortante da chuva lá fora sempre me trouxe uma sensação de aconchego e serenidade. Neste caso, embala-me os pensamentos, guia a caneta por entre palavras e emoções. E são tantas, umas e outras...

Olho o corpo que se aninha a meu lado e sorrio... Recordo o percurso até aqui, num breve relance sobre o passado, até este momento exacto em que o som da chuva é uma orquestra superiormente dirigida por uma batuta experiente e exímia. E tudo se conjuga, tudo faz sentido.

A intensidade da intempere cresce. Aconchego-me nos lençóis. 6.06 horas. O meu pensamento deambula por entre as gotas de chuca. Tanta coisa ao mesmo tempo e só uma... Laura... A mala está pronta, ali, num canto do quarto, mas estarei eu pronta? Daqui a alguns dias, no sítio da mala, estará o berço que aguarda transferência do quarto da Laura. No berço estará um bebé, um ser que dependerá de mim em tudo. O papel mais exigente de todos, o mais difícil... estarei à altura?

A chuva continua, intensa, decidida, objectiva... Cai indiferente ao meu tumulto, mas dir-se-ia que tudo nela é resposta. Neste diálogo de mudos, entendemo-nos. Apaziguadora, acalma-me as emoções e dá força às palavras. Sorrio. Eu sei a resposta. A pergunta...simples retórica. A palavra, assustadoramente doce, é-me familiar há 9 meses; já o sou desde então. Mãe. Sim, eu sei a resposta.

O dia está a nascer. Por entre a chuva que insiste em brindar-me, adivinho os primeiros raios de luz. Mais um dia... Laura...

 

:o)))

 

 

sinto-me:
tags:
publicado por mil sorrisos às 12:34
link do post | sorri-me | ver sorrisos (2) | favorito
Quarta-feira, 13 de Junho de 2007

o descanso da(s) guerreira(s)...

Cá estamos nós (ambas as duas, sempre!) de papo para o ar. Dei por findas as minhas tarefas profissionais e agora é ver o tempo passar. E como passa devagar! Cada minuto parece que dura o dobro do que é suposto. Coisas da minha cabeça, eu sei. É a tal ansiedade, o papão que nos ataca nas vésperas dos grandes acontecimentos, o nervoso miudinho que de miudinho não tem nada. Eu sei. Mas sabem o que irrita mesmo? Apesar de nós compreendermos o porquê das coisas, isso não nos ajuda a minimizá-las, resolvê-las, ultrapassá-las... Raistapartisse!!

Tenho andado meio inquieta (bem, muito inquieta, pronto). Não consegui ainda estar um dia inteiro em casa; dê por onde der tenho de arranjar pretexto para dar uma voltinha, por mais curta que seja. É uma forma de ludibriar o tempo - como se conseguisse levar-lhe a melhor, enfim...

Apesar de pesada, ainda me sinto com bastante mobilidade, mexo-me bem. Claro que dou mais que uma dúzia de passos e fico cansada, mas isso não me assusta, é normal que assim seja. Só tenho de andar com mais calma... Fazer do sofá e da cama o meu poiso para as próximas 2 semanas não está nos meus planos nem é opção. Períodos de descanso sim, claro, mas só isso. Entretanto, estou a retomar um hábito que a agitação do dia a dia não me permite cultivar como gostaria: a leitura. Neste momento leio A Fórmula de Deus do José Rodrigues dos Santos. Tendo cá em casa um Físico, as dúvidas vão sendo esclarecidas e o entusiasmo por estas questões vai crescendo. É fascinante olharmos para o que nos rodeia e saber que tudo tem uma explicação científica, tudo tem uma causa e provoca um determinado efeito (o bater de asas de uma borboleta que pode provocar uma tempestade no outro lado do mundo...). Esta leitura vai sendo entremeada com outra, igualmente fascinante... Bebé, livro de instrucções, claro...eheheheheheh (um fartote...).

Agora é esperar. Sinto que a Laura está ansiosa também. Está já na posição desejada há umas semanas e o CTG indica que tudo está bem. Já sinto contrações e continua muito activa. Na perspectiva do médico, deve nascer no final do tempo, ou seja, para o fim do mês. É verdade, e dia 30 é lua cheia! É o dia indicado desde o início. Falta pouco, dirão. Eu sei que sim, mas eu queria que fosse amanhã! Não quero ter muito tempo para pensar no assunto, quero ser surpreendida e ter rapidamente a minha Laura nos meus braços...

 

:o))))

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por mil sorrisos às 14:50
link do post | sorri-me | ver sorrisos (1) | favorito
Quinta-feira, 7 de Junho de 2007

Bebé, livro de instruções

Bebé, livro de instruções

Instruções de funcionamento, dicas para resolução de problemas e conselhos sobre o primeiro ano de manutenção

(Que tal para livro de cabeceira?! Há coisas fantásticas, não há ?!)

 

Parabéns pela chegada do seu novo bebé!!

 

Este bebé é surpreendentemente semelhante a outros aparelhos (outros aparelhos???!!!) que você eventualmente já possui em casa. À semelhança de um computador, por exemplo, o bebé necessitará de uma fonte de energia para executar as suas muitas tarefas e complicadas funções (Ahhh!!!) Tal qual um gravador de vídeo (será que sabem o que são DVD´s?!), também a cabeça do bebé precisará de ser limpa com frequência para um funcionamento optimizado (Ahhhhhhhhhh!!!!!!!!). E tal como um automóvel (o que sairá daqui??), o bebé libertará para a atmosfera (o planeta está lixado) odores desagradáveis (ah ah ah ah ah Nada disso... a minha Laura libertará odores maravilhosos... rosas e flores do campo!!!).

Mas existe uma diferença crucial: os computadores, os gravadores de vídeo e os automóveis vêm todos com livros de instruções (pasme-se!!). Os bebés recém-nascidos não (ora bolas!!) - daí este livro que tem nas mãos. Bebé - livro de instruções é um abrangente guia do utilizador (portanto, eu), que visa ajudá-lo a obter um óptimo desempenho e excelentes resultados no seu modelo (deve referir-se à Laura...).

Não é necessário ler o manual de uma ponta à outra (graças aos deuses, estava a assustar-me!!). Para uma utilização (??!!!) mais cómoda do seu modelo (é Laura!!), o guia foi dividido sem sete secções distintas (são tão amiguinhos!!!). (...)

 

Sempre que utilizado correctamente (e eles a darem-lhe...), o modelo (LAURA!!!!!) proporcionar-lhe-á muitos anos de amor, devoção e alegria (até nem acho isso mal...). Mas compreender como utilizar o modelo (rsrsrrsrsrssr) requer treino, pelo que é importante ser paciente. Nos próximos meses poderá viver sentimentos de frustração, incompetência e desespero (sério??!!). Todos estes sentimentos são normais e, com o tempo, acabarão por desaparecer (prometem??!!!) Um dia, num futuro próximo, a ideia de mudar a fralda e aquecer a fórmula (o que será isso??) parecer-lhe-á tão simples como ligar um computador ou o despertador do rádio. (muito mais descansada!).

 

Boa sorte e... disfrute do seu novo modelo!!! (É Laura, arre porraaaaa!!!!)

 

( Pois, é para o que me deu às 6.03 da matina.  Mais insónias...Estou sentadita no computador - tem fonte de energia, sabiam??? - a partilhar com vocês esta biblia sagrada da futura mãe. Não há palavras, só lendo... Tudo muito bom, muito bonito e tal, mas esqueceram uma coisa fundamental - darem dicas para ajudarem o utilizador - eu!!!!- a accionar o modo dormir...bahhhhhhhhh)

 

sinto-me:
publicado por mil sorrisos às 05:41
link do post | sorri-me | ver sorrisos (3) | favorito
Quarta-feira, 6 de Junho de 2007

...descanso ao fundo do túnel...

Finalmente as coisas ameaçam "acalmar". É oficial: a partir de dia 8 estou de atestado por 20 dias (esperemos que a Laura não me faça esperar mais que isso!!). Tenho abusado, eu sei que tenho abusado...

( Desculpas bebé, não desculpas? A Mãe é uma inconsciente que tem a mania que não pode falhar em nada, organizada e extremamente cumpridora das suas obrigações. E sabes, bebé, é parva também porque no fim não lhe é reconhecida a dedicação nem o trabalho ...bahhhhhhhh.)

Entretanto, temos uma lista de coisas para fazer com calma, assim a Laura permita (Vais deixar, não vais meu amor?!). Pormenores de última hora ... roupas, quadros, cortinados, tapetes, candeeiros, puxadores para os móveis...  O quarto dela vai ficar uma ternura e, atenção, o cor-de-rosa não impera! (Consegui! Vitória, vitória!) Muita cor, muita alegria, rosa só aqui e ali, muito dissimulado, nada ostensivo.

Entretanto, este calor está a afectar-me muito. Mãos, pés e pernas...uma lástima! Inchados até mais não! Autênticos trambolhos... (E eu que sou tão maneirinha nas extremidades...calço 34/35, imaginem, e tenho mãos de menina...quer dizer, calçava...tinha...pelos deuses!!). Enfim... este tempo anima e reflecte-se de forma positiva em todos, mesmo em mim, mas não é amigo das grávidas, não é não! Mas isso também não interessa nada. O que interessa é que a Laura está quase a chegar... não vejo a hora de a ver e lhe apresentar o mundo!!

 

:o)))

 

 

sinto-me:
publicado por mil sorrisos às 10:54
link do post | sorri-me | ver sorrisos (1) | favorito
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

...quase, quase, quase...

Amanhã, dia 5 de Junho, vou pela primeira vez ao hospital. É a tomada de consciência que faltava: está para próximo.

Tenho andado tão ocupada que nem dou pelo tempo passar. A cabeça anda a 200 km/hora, num contraste patético com os 50 km/hora do corpo. Mil e uma coisas para ultimar antes do descanso merecido têm-me mobilizado o tempo e ocupado o pensamento. Esta semana termino os afazeres profissionais. Finalmente!

Estou ansiosa por poder descansar e desligar, um pouco, do mundo lá fora. Quero dedicar-me só a nós duas, usufruir destes últimos dias de intimidade total e absoluta antes da partilha da Laura com o mundo. Vou ter saudades, eu sei que vou ter saudades... É complicado falar de sentimentos a este nível. Quem passou pela experiência saberá do que falo. Tudo o que disser é pouco, fica aquém... É como se o nosso corpo deixasse de ser apenas nosso; por algum tempo ele deixa mesmo de nos pertencer. É o invólucro perfeito, o aconchego que gera vida... E as emoções... arrebatadoras, demolidoras, desconcertantes... O meu mundo foi avassalado da forma mais doce possível. Se o que aí vem promete ser grandioso, o que já se passou nunca será esquecido. Sei que a Laura vai saber quem é a mãe dela. Nunca nos vimos, nunca nos olhámos, mas já partilhámos tanto...

 

:o)))

                                     

sinto-me:
publicado por mil sorrisos às 23:39
link do post | sorri-me | ver sorrisos (2) | favorito

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquise sorrisos antigos

 

últ. sorrisos

Momentos mesmo giros!!!
Olá. O meu sobrinho tem, neste momento, seis anos....
Olá.. Achei interessante a publicação.. Tenho minh...
Verdade. Ela gosta e sente-se bem na companhia dos...
Parece que a casa fica vazia... mas é tão bom ver ...
Estão como têm de estar... quer dizer que são cria...
... e que vaidade! Tira-me do sério!beijos e mil s...
Welcome back Estão reguilas e desafiadores, não é?...
ahah as crianças são uns amores.Está na idade da v...
Back!?!!! Ainda bem. Estava a ficar preocupada.. :...

Posts mais comentados

27 comentários
26 comentários
24 comentários
23 comentários
21 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
RSS