sorrisos antigos

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

porque o meu sorriso tem um nome .... Laura Daisypath Happy Birthday tickers online
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

5.22

(Texto escrito às 5.22 da madrugada, num bloco que tinha à mão de semear; demasiada preguiça para ir directamente para o computador...)

 

Detesto quando isto acontece. Felizmente não é muito usual, mas de vez em quando lá me assombra o papão da insónia. Depois da sagrada ida à casa de banho, dei por mim às voltas na cama com dificuldades em adormecer. (ups, a Laura está acordadíssima!) Nestas ocasiões, começo a pensar em mil e uma coisas ao mesmo tempo. O cérebro fica tão activo que não consigo "desligar". Testes para corrigir, ida ao hospital dia 5, Laura, IKEA no sábado, relatórios para fazer, Laura, aqueles critérios de correcção do Grupo III não estão bem, não esquecer de falar com a Fernanda, Laura, visitar a sobrinha amanhã, Laura... Caramba! É extenuante! Ao meu lado, um corpo mexe-se e ameaça acordar. Vá lá, ainda não foi desta. (Laura, dorme querida!)

Depois, há aquelas técnicas ancestrais que experimentamos em desespero de causa. São verdadeiros mitos urbanos - contar carneirinhos e imaginar cancelas branquinhas ornamentadas com florinhas coloridas? Por favor!!! Fechar os olhos com força e cansá-los de maneira a fecharem-se definitivamente? Tenham dó!!!! Nem experimento ler; sei que ficaria ainda mais desperta.

A minha Laura não ajuda. Que festança é esta a estas horas, menina?! Mexe e volta a mexer, não sossega. (5.40). Penso tanto nela... Definitivamente, está a tornar-se (já é) o centro do meu universo, onde tudo tem origem e para onde tudo caminha. E nem sequer nasceu ainda...

Pronto, já acordou. Abriu um olho e depois o outro. Balbuciou qualquer coisa. Desculpa lá a luz. Sim, estou bem. Certo, é só acabar aqui uma coisa. Beijo rápido e virou-se para o outro lado. (5.40)

Já vi que escrever prolonga mais a insónia. Finalmente, a Laura acalmou. Vou aproveitar para mais uma tentativa.

Vamos dormir, bebé?

 

:o)))

 

sinto-me:
tags:
publicado por mil sorrisos às 11:56
link do post | sorri-me | favorito
6 comentários:
De Dinis a 29 de Maio de 2007 às 12:46
Minha Querida,
Confesso que estou apaixonada pelo teu blog. Ler as tuas letras, significa reviver o meu estado de graça. Confesso-te um episódio que ocorreu aquando da recta final da minha gravidez: O Ric entrou ao serviço às 03h00(madrugada), rebolei, voltei a rebolar, contei carneirinhos e nada...estavamos mais acordados de que nunca. Não poderiamos continuar naquele estado, tinhamos de fazer algo, eis que ambos tivemos a brilhante ideia, arrumar as roupinhas do Dinis. As horas passaram, o sono teimava em não chegar,o Dinis pontapeava, como se fosse um craque do futebol...Às 06h30(madrugada) dei por nós, nas limpezas a fundo da nossa casa. O Ric chegou as 08h00 (manhã), quando viu as nossas lides domésticas, ficou estupefacto e preocupado, apelidou-me de louca. Hoje afirmo a gravidez é uma loucura profunda, onde dois "loucos" se compreendem e se amam profundamente. Deixa-me dizer, como eu entendo essas insónias...Um beijinho
De Steak a 30 de Maio de 2007 às 00:37
Pois é, para a Laura ainda não existe o dia e a noite como eles são verdadeiramente para nós. Lá virá o tempo em que também se vai habituar a tais rotinas, só que entretanto e como a sua vida ainda se desenrola no mais confortável de todos os "escudos protectores" que se conhecem, toca a fazer uma "after-hour " ou uma qualquer "gincana física" ás horas que muito bem lhe apetece. Enfim, mais uma das várias contingências associadas a esse maravilhoso estado de graça que te encontras a viver ( pelo que li nos restantes Posts , é mesmo um ESTADO DE GRAÇA, em todos os sentidos)

Um beijinho grande para as duas e em breve as insónias vão ser outras...mas vão ser boas...quando já estiverem as duas juntinhas!!!

P.S. - Já te tinha como uma pessoa com uma sensibilidade e com um sentido das coisas, muito apurados, agora confirmei-o através da tua escrita.
Parabéns pelo excelente Blog ...e (já que estamos numa de puericultura) não deixes de o alimentar :)
De SV a 30 de Maio de 2007 às 22:22
Sei bem o que são insónias...não pelo mesmo motivo, mas vai para 8 meses e tal que as malditas me atacam...
Amiga, uma sugestão, um chazito de camomila ao deitar, relaxa-te a ti e à Laurinha!!!
Noites boas, serenas e tranquilas pras duas...
Beijos e Mil sorrisos.
SV
De toda a 3 de Junho de 2007 às 15:15
Hum, começo a preocupar-me...
São boas notícias? A Laurinha já apareceu?
Ou tens tido pouca pachorra para estas coisas...
Espero que estejam as duas lindamente, mesmo que a Laura já tenha tido pressa de ver o mundo que a mãe lhe preparou.
:)***
De DianadosBosques a 3 de Junho de 2007 às 22:58
Demorei a cá vir mas apareci. E li, sorvi, bebi, deliciei-me com os teus posts :). Não só pq são de uma ternura e de uma entrega sem limites, como tb pq me fizeram recordar esses momentos tão únicos que só uma mulher consegue viver. Aqueles momentos que nos fazem sentir mais mulheres, que nos mostram a maravilha que é a natureza e os milagres de que é capaz.Pelo que li, a Laura é irrequieta lol. Sem dúvida que irás entrar numa outra dimensão e num outro universo. Mas lindo, lindo. Tu já és mais ou menos batida na matéria, tens a experiência de campo, como dizes, mas qd é connosco é sempre diferente. Pensa só na maravilha que irá ser qd a vires pela primeira vez e depois contas-me :))
Um beijo enorme para ti, muito obrigada por me deixares partilhar este pedaço de intimidade e que ambas as duas continuem bem e felizes.
E já agora, a jeito de PS, o Clube dos Poetas Mortos foi dos melhores filmes que já vi. Beijos e mil sorrisos :)
De Titi a 26 de Novembro de 2008 às 16:40
Amei o teu blog... Uma escrita viciante...

Sei que o post é já antigo, mas estou em sofrimento e preciso de ajuda... Estou grávida de 10 semanas (fiquei radiante quando descobri), mas estou muito preocupada porque bebi álcool várias vezes sem saber que estava grávida... E numa das vezes em grandes quantidades. Gostava de saber se conheces alguém que tenha feito o mesmo. Tenho lido imensas coisas na Internet, mas fico com o coração destroçado com o que leio. Sei que cada caso é um caso, mas gostava imenso de ouvir outras opiniões. Obrigada... Mesmo.

sorri-me

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquise sorrisos antigos

 

últ. sorrisos

Momentos mesmo giros!!!
Olá. O meu sobrinho tem, neste momento, seis anos....
Olá.. Achei interessante a publicação.. Tenho minh...
Verdade. Ela gosta e sente-se bem na companhia dos...
Parece que a casa fica vazia... mas é tão bom ver ...
Estão como têm de estar... quer dizer que são cria...
... e que vaidade! Tira-me do sério!beijos e mil s...
Welcome back Estão reguilas e desafiadores, não é?...
ahah as crianças são uns amores.Está na idade da v...
Back!?!!! Ainda bem. Estava a ficar preocupada.. :...

Posts mais comentados

27 comentários
26 comentários
24 comentários
23 comentários
21 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
RSS