sorrisos antigos

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008

Livro de reclamações

Psiuuuuuuuuuu... teclem baixinho para ver se a minha mãe não se apercebe que, mais uma vez, me "apoderei" aqui da máquina...

 

Pois é, sete meses e tal, tudo muito bom, muito bonito, mas também há reclamações a fazer! Ora leiam:

 

- SAL...quero, exijo... SAL! Depressa, que não posso mais com estas sopas sensaboronas que me obrigam a engolir diariamente!

 

- eu queria tanto que as pessoas me compreendessem! Eu falo, falo, mas todos me respondem de forma incompreensível. Que diálogo de surdos! Vocês, que são grandes, deviam aprender a linguagem dos bebés. Isso é que era de valor!

 

- estou farta de tanta roupa em cima. Quero sol e calor para começar a não ter de levar com mangas sobre mangas, gorros e casacos que me incham e fazem parecer uma melancia enorme! Qu´ horror!

 

- sapatos e mais sapatos... Mas por que razão insistem nos sapatos? Eu nem sequer ando ainda. Sabem o que me dá mais prazer? Conseguir descalçar-me! A minha doce mãe fica possessa (não gosta de me ver descalça), mas eu adoro.

 

- e o banho???? É tão rápido! Nem me deixam chapinhar à vontade, é sempre a correr. Devem pensar que fico com frio, mas não, gosto tanto! Por mim durava muito mais tempo. Estou desejosa de ver o mar. Já sei que é muito grannnnnnndddddddddddddddeeeeeeeeeeee, nada parecido com a minha banheira, mas aposto que vou gostar muito e que não vou ter medo nenhum!

 

- mas digam-me lá uma coisa... que mal faz eu gostar de meter TUDO à boca??? Em que é que isso prejudica quem quer que seja??? Que maçada! Sempre atrás de mim, sempre a afastar coisas e a darem outras sem qualquer interesse... O que me safa são mesmo as minhas mãos que, na falta de melhor, servem perfeitamente para me ir entretendo. Felizmente essas, as mãos, fazem parte do pacote, não m´as podem desatarrachar e esconder... Bahhhhh, por favor!

 

- queria mais tempo com a minha mãe e o meu pai... Onde andam eles parte do dia? É tão bom quando os reencontro à noite. Não há direito! O Pai e a Mãe deviam estar sempre com os filhos, SEMPRE! Esta coisa da saudade... Eu tenho para mim que é um sentimento que me vai atormentar o resto da vida, ai vai, vai!

 

Tenho dito!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

;o))))))))))))))))))

sinto-me:
publicado por mil sorrisos às 18:32
link do post | sorri-me | favorito
6 comentários:
De Mamã Gansa a 5 de Fevereiro de 2008 às 21:44
Este post está aum autêntica ternura. beijinhos
De Anjos a 6 de Fevereiro de 2008 às 15:27
Pssiuuu Laura, sou eu o Tiago, não digas à minha mãe k vim aki. Como te compreendo miúda, eu a kerer arroz e a gaja mãe a insistir que tenho k comer sopa e outras porcarias do género, kero ir descalço para todo o lado e ela não me deixa. Vamos fazer greve??? Beijos lambuzados de bolacha Maria, miúda gira...
De Sara a 6 de Fevereiro de 2008 às 22:38
Mais um post delicioso :)
De himitsu a 7 de Fevereiro de 2008 às 11:21
Tens de ter paciência Laura. À medida que vais crescendo vais perceber, porque é que não te deixam fazer tanta coisa. Até lá o máximo que podes fazer é ou os apanhas distraidos e fazes o que queres ou então choras até eles desistirem.

Agora não deixes a mãe ler o que eu te escrevi está bem?

Beijinhos fofos.
De toda a 8 de Fevereiro de 2008 às 09:26
Querida Laurinha!!
Vais ver que essas reclamações vão transformar-se a curto prazo... mesmo essa saudade dos papás vai passar a fingida despreocupação, pelo menos durante alguns anos...
Por isso, minha querida, não te enerves. O tempo tudo compõe e daqui a uns meses já vamos poder verificar que as tuas reclamações alcançaram outras esferas.
É tão fixe "ver-te" crescer!
Beijinhos repenicados e assim como quem não quer a coisa diz à mãe que lhe mando um grande abraço.
Tia Toda
De Carla Pereira a 8 de Fevereiro de 2008 às 21:18
Escreve mais vezes, Laurinha, porque é tão bom ler o que escreves! Se precisares, eu distraio a mamã enquanto ficas no computador!
Beijocas grandes!

sorri-me

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquise sorrisos antigos

 

últ. sorrisos

Momentos mesmo giros!!!
Olá. O meu sobrinho tem, neste momento, seis anos....
Olá.. Achei interessante a publicação.. Tenho minh...
Verdade. Ela gosta e sente-se bem na companhia dos...
Parece que a casa fica vazia... mas é tão bom ver ...
Estão como têm de estar... quer dizer que são cria...
... e que vaidade! Tira-me do sério!beijos e mil s...
Welcome back Estão reguilas e desafiadores, não é?...
ahah as crianças são uns amores.Está na idade da v...
Back!?!!! Ainda bem. Estava a ficar preocupada.. :...

Posts mais comentados

27 comentários
26 comentários
24 comentários
23 comentários
21 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
RSS